Enquadramento tributário: sua Indústria está pagando muito pelo regime errado

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Enquadramento tributário: sua Indústria pode está pagando muito pelo regime errado

Vamos discutir como escolher corretamente o regime tributário para indústria! Confira

Quer saber se sua indústria está pagando mais por conta do regime tributário errado? Este artigo tem justamente o propósito de orientá-lo quanto à escolha consciente e correta do regime de tributação, afinal essa escolha é fundamental para a lucratividade da sua empresa.

Continue conosco!

O que é enquadramento tributário?

O enquadramento tributário é um sistema de regras e especificações que compõem a forma de tributação das empresas. Desse modo, ele determina quais e como os impostos serão recolhidos por cada negócio.

Por que o regime tributário errado pode fazer sua empresa pagar mais impostos?

O regime tributário detém regras específicas tanto para o recolhimento quanto para o enquadramento da empresa. A fim de ter um enquadramento correto, é necessário analisar fatores como, por exemplo, o faturamento, a atividade exercida etc.

Cada regime tributário dispõe de uma forma de tributação distinta, podendo ser com maiores e menores porcentagens de alíquotas. Desse modo, se uma empresa se adequa a um regime com alíquotas baixas e, mesmo assim, enquadra-se em um regime tributário com as alíquotas maiores, essa empresa certamente vai acabar pagando maior quantidade de imposto, já que pode se enquadrar em um regime mais vantajoso para ela naquele momento.

Qual é o enquadramento tributário ideal para indústria?

Observe cada um deles abaixo:

1. Simples Nacional

Esse regime é adequado para sua indústria caso ela seja uma empresa de pequeno porte. O faturamento máximo para poder se enquadrar no Simples Nacional é de até R$ 4,8 milhões por ano. A vantagem desse regime é que ele oferece uma forma de tributação simplificada utilizando uma única guia para a apuração e o recolhimento dos impostos.

2. Lucro Presumido 

O Lucro Presumido já possui um limite de faturamento maior: R$ 78 milhões por ano. Este regime possui uma tributação com base na presunção da lucratividade feita em determinado período na empresa.

3. Lucro Real 

Já o Lucro Real, além de ser obrigatório para algumas atividades específicas, como atividades financeiras, deve ser adotado se a empresa possuir faturamento anual superior a R$ 78 milhões. A forma de apuração de impostos nesse regime se dá através do lucro — de fato — das empresas.

Como vimos, cada regime possui uma especificidade; para fazer o enquadramento tributário correto, mais que conhecer acerca de cada regime, é fundamental conhecer tudo que envolve as atividades e a parte financeira da sua empresa.

Desse modo, uma gestão efetiva e planejamento tributário e financeiro permite uma escolha correta e justa para a sua empresa.

Conte com com o nosso auxílio especializado para fazer a sua escolha

Saber qual escolha fazer vai muito além de entender superficialmente o assunto, uma escolha adequada e que não gere prejuízos é baseada em análises coerentes e dados relevantes e reais sobre a sua empresa, a situação financeira dela e a legislação tributária. Portanto, ter auxílio profissional é a garantia de que você não optará pelo regime incorreto em sua indústria.

Estamos prontos para te auxiliar nessa escolha e possibilitar à sua indústria uma tributação correta sem prejuízos. Entre em contato conosco agora mesmo!

Fonte: Quero montar uma empresa

FAÇA AQUI O ENQUADRAMENTO TRIBUTÁRIO PARA A SUA INDÚSTRIA E NÃO PAGUE MAIS QUE O NECESSÁRIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá, como podemos te ajudar?
Powered by